Coxim, MS
14 de janeiro de 2021
Plantão
67 9 9659 6042

Valor da produção agropecuária do Estado registra crescimento de 28%

No Estado, o faturamento da soja foi de R$ 22,6 bilhões, do milho R$ 9,3 bilhões e carne bovina foi de 13,6 bilhões – Divulgação

Mato Grosso do Sul fechou 2020 com crescimento no valor bruto da produção agropecuária (VBP) , conforme divulgado hoje (14) pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa).

O valor que soma a produção da agricultura e pecuária terminou o ano em R$ 70,912 bilhões para o Estado, crescimento de 28% em relação ao total de 2019 (R$ 55,095 bilhões).

O Estado foi o sétimo  no ranking entre os estados com maior participação no VBP do Brasil, sendo responsável por 8,1% do total.

O faturamento da soja foi de R$ 22,6 bilhões, do milho R$ 9,3 bilhões e carne bovina foi de 13,6 bilhões.

Entre as regiões, o Centro-Oeste do País foi responsável por 32% do total do Brasil, sendo a líder com  VBP de R$ 294,796 bilhões. Mato Grosso liderou com a maior contribuição 15,41% do total (R$ 134,299 bilhões).

NACIONAL

No País, o VBP de 2020 alcançou R$ 871,3 bilhões, o maior da série histórica iniciada em 1989. O crescimento real foi de 17%.

Os dados já incluem as estatísticas de dezembro do ano passado. O segundo melhor resultado ocorreu em 2015, com R$ 759,6 bilhões.

As lavouras tiveram faturamento de R$ 580,5 bilhões, alta de 22,2%, e a pecuária, R$ 290,8 bilhões, incremento de 7,9%.

Conforme a nota técnica da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, os produtos que mais contribuíram para o resultado foram a soja, com crescimento real de 42,8%; seguido do milho, com crescimento de 26,2%;  carne suína, com 23,7%; e carne bovina, com 15,6%.

O faturamento da soja, milho e carne bovina foi de R$ 243,7 bilhões, R$ 99,5 bilhões e R$ 126,3 bilhões, respectivamente. Destaca-se ainda a contribuição positiva da produção de ovos em 2020.

De acordo com o coordenador da pesquisa do VBP, José Garcia Gasques, as variáveis determinantes para os resultados estão relacionadas aos preços dos produtos no mercado interno, as exportações favoráveis para grãos e carnes e a produção da safra de 2020.

2021

Estimativas para 2021 indicam crescimento do VBP de 10,1%. Os principais destaques são: arroz (17,3%), batata inglesa (22,1%), cacau (14,7%), mandioca (10,9%), milho (17,7%) e soja (24,4%).

Há ainda boas expectativas para a pecuária, em especial para bovinos, suínos, frangos e leite.

No ranking dos principais produtos em 2021 as estimativas apontam que a soja, milho, café e algodão serão responsáveis por 82,6% do faturamento esperado para as lavouras.

Na pecuária, bovinos, frangos e leite devem liderar os resultados do VBP, com participação em 85,9% do faturamento.

A lista dos estados campeões na agropecuária deve permanecer com Mato Grosso, Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

print

Comments

comments