Coxim, MS
13 de outubro de 2020
Plantão
67 9 9659 6042

MS teve 82 vítimas em acidentes de trânsito durante feriado

Acidente na rodovia BR 040 deixou duas vítimas fatais – Valdenir Rezende

Mato Grosso do Sul registrou 112 acidentes de trânsito durante o feriado. Um dos acidentes aconteceu no último domingo (11) na rodovia BR 040, cerca de 10 quilômetros da zona urbana de Campo Grande, e causou duas fatalidades.

O motorista Isaías Francisco da Silva, 52 anos, perdeu o controle da direção e o carro capotou. Silva foi socorrido e encaminhado para a Santa Casa de Campo Grande.

A Polícia Militar Rodoviária (PMR) esclareceu que no veículo estavam sete pessoas e apenas Maria da Glória Loureiro Dutra, 83 anos, morreu no local do acidente. Segundo o hospital, o motorista morreu às 6h desta segunda-feira (12), pois não resistiu aos ferimentos causados pelo acidente.

O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário Cepol (Depac/Cepol), em Campo Grande, como morte a esclarecer.

Outro acidente com fatalidades aconteceu na BR 262, entre Ribas do Rio Pardo e Água Clara. Duas caminhonetes colidiram, deixando duas pessoas feridas e duas mortas. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), as causas do acidente ainda estão sendo investigadas.

De acordo com o 17.º Batalhão da Polícia Militar de Trânsito, do total de 112 acidentes no estado durante o feriado, seis tiveram vítima fatal. Também foram registrados 79 ocorrências com vítimas lesionadas.

De sexta-feira (9) até segunda-feira (12), Campo Grande contou com 65 acidentes de trânsito. Ocorreram dois óbitos decorrentes do acidente e 32 vítimas ficaram lesionadas.

Registro anual

De acordo com o Programa “Vida no Trânsito”, Campo Grande registrou 39 vítimas fatais de acidentes de trânsito até agosto de 2020. No mesmo período de 2019, foram contabilizados 48 vítima, o total do ano foi de 72 ocorrências, 33 a mais do que já foi identificado este ano.

Nos dois anos, a maioria dos acidentes fatais foram ocorridos com motociclistas. No período de janeiro a agosto deste ano, aproximadamente 67% das vítimas eram motociclistas. No total de 2019, o percentual foi de 62%.

O “Vida no Trânsito” é um programa nacional coordenado pelo Ministério da Saúde em todas as capitais brasileiras e idades com mais de um milhão de habitantes.

Em Campo Grande, o projeto é coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau) e desenvolvido em parceria com a Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) e o Gabinete de Gestão Integrada de Trânsito (GGIT).

print

Comments

comments