Coxim, MS
19 de agosto de 2020
Plantão
67 9 9659 6042

Desgaste de professores e alunos faz SED implantar ‘mini férias’ de 7 dias em escolas estaduais

Foto: SED | Divulgação

A SED (Secretaria Estadual de Educação) implantará uma ‘mini férias’ para que professores e alunos possam descansar neste mês. O período de pausa nas teleaulas deve acontecer entre os dias 31 de agosto a 7 de setembro.

De acordo com a avaliação da secretária Cecília Motta, o período será para aliviar a sobrecarga tanto dos servidores, quanto dos pais e responsáveis das crianças e adolescentes que estão estudando de casa.

Conforme a secretaria da SED, todos os funcionários têm enfrentado um desgaste em casa e que a pausa pode ajudar tanto os profissionais quanto aos alunos. “Percebendo o nosso desgastaste, professores, famílias, estudantes, a gente resolveu dar uma pausa para a rede estadual de ensino e vamos conversar com os municípios para nos acompanhar também”, disse a professora em live nas redes sociais.

A secretária também disse que diferente do que tem se comentado, as aulas não estão previstas para retornarem presencialmente em setembro. Ou seja, ainda não há data para que os professores e alunos retornem para as salas de aula.

Comissão para definir volta às aulas

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) publicou um decreto no Diário Oficial no dia 6 de agosto, criando a Comissão Estadual Provisória de Volta às Aulas no Mato Grosso do Sul. A ideia é discutir e definir estratégias e diretrizes para um retorno seguro às aulas presenciais, interrompidas pela pandemia de coronavírus.

A presidência da Comissão Estadual será exercida pelo representante da Secretaria de Estado de Educação e terá a duração de 6 meses, prorrogável por igual período, contado da data da publicação do ato de designação de todos os membros.

O grupo será composto por 19 membros titulares e igual número de suplentes das seguintes instituições: Secretaria de Estado de Educação; Conselho Estadual de Educação; Secretaria de Estado de Saúde, por intermédio do Centro de Operações de Emergências (COE); Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (PROCON/MS); Comitê Gestor do Programa de Saúde e Segurança da Economia (PROSSEGUIR); União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME/MS); União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (UNCME/MS); VIII – Conselho de Reitores das Instituições de Ensino Superior de Mato Grosso do Sul (CRIE/MS); Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado do Mato Grosso do Sul (SINEP); Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino no Mato Grosso do Sul (SINTRAE).

Também vão participar Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul (FETEMS); Associação das Instituições Particulares de Ensino de Campo Grande; Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Estado de Mato Grosso do Sul (CONSEP/MS); Ministério Público, Defensoria Pública, Procuradoria-Geral do Estado, Assembleia Legislativa, Tribunal de Contas do Estado e Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (ASSOMASUL).

print

Comments

comments