Coxim, MS
14 de setembro de 2019
Plantão
67 9 9659 6042

Bombeiros reforçam efetivo no combate às queimadas no Pantanal e Cerrado

O Corpo de Bombeiros reforçou seu efetivo e viaturas no combate aos focos de calor no Pantanal e Serra da Bodoquena, centralizando em Aquidauana a base de operações, e o Governo do Estado aguarda a confirmação do pedido de apoio de aeronaves e brigadistas solicitado pelo governador Reinaldo Azambuja aos governos federal e de Brasília, por meio do Cenad (Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres)

Conforme informações da Defesa Civil do Estado e do Corpo de Bombeiros, a situação climática em Mato Grosso do Sul continua crítica e propensa a propagação do fogo, devido a prolongada estiagem, ondas de calor acima da média e baixa umidade relativa do ar. Último levantamento de focos, divulgado pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), aponta 1,5 milhão de hectares queimados no Estado, grande parte no Pantanal.

Chuva

A coordenadora do Centro de Monitoramento do Tempo e Clima de Mato Grosso do Sul (Cemtec), Franciane Rodrigues, informou durante a reunião da Sala de Situação Integrada, realizada nesta sexta-feira, que há possibilidades de chuvas em todo o Estado entre os dias 25 a 27 de setembro, com o tempo se mantendo instável até o dia 29. As precipitações devem ocorrer com maior intensidade na região Centro-Sul, com um acumulado de 60 milímetros.

Reunião da Sala de Situação Integrada, entre Defesa Civil, Bombeiros e Cemtec. Foto: Saul Schramm

“As temperaturas elevadas e os ventos fortes tem contribuindo para a propagação do fogo”, afirmou o tenente-coronel Valdenir Moreira, chefe do Centro de Proteção Ambiental do Corpo de Bombeiros do Estado. Ele sobrevoou as regiões atingidas pelo fogo – Aquidauana, Miranda, Bonito, Porto Murtinho e Corumbá -, no início da semana, e relatou as dificuldades de combate aos focos no Pantanal devido as dificuldades de acesso por terra.

Ocorrências

Moreira informou também que o Corpo de Bombeiros está empregando 256 homens/dia no combate aos focos de calor e mais 12 brigadistas especializados e três viaturas estão se deslocando para a base operacional de Aquidauana. O efetivo está auxiliando o PrevFogo do Ibama e atuando em outras regiões do Estado. Nos últimos 40 dias, a corporação atendeu a 1.872 ocorrências de incêndios – média de 48 por dia em agosto e 32 em setembro.

print

Comments

comments