Coxim, MS
10 de junho de 2019
Plantão
67 9 9659 6042

Chineses desenvolvem trem que atinge 600 km/h

O novo trem: a data de entrada em operação ainda não está definida. (Foto: Weibo via SCMP)

A empresa estatal chinesa China Railway Rolling Stock Corporation (CRCC) anunciou no fim de maio que está desenvolvendo o protótipo de um trem de alta velocidade projetado para transportar passageiros a uma velocidade de 600 quilômetros por hora, segundo a rede de notícias NBC News. Para se ter uma ideia, o trem de passageiros mais rápido do mundo hoje, que faz o trajeto entre Pequim e Xangai, atinge 347 km/h.

O novo veículo consegue andar tão rápido graças a uma tecnologia inovadora denominada maglev (abreviatura em inglês de levitação magnética). Ela recorre a potentes eletroímãs, que fazem os vagões levitar acima da pista e fornecem propulsão para a frente, eliminando a fricção das rodas de metal usadas pelos trens convencionais.

Com isso, o trem maglev se torna competitivo com aviões em determinadas circunstâncias, como salientou o líder do projeto, Ding Sansan, numa conferência noticiada pelo jornal chinês “Qingdao Daily”. A viagem entre Pequim e Xangai, que pelo ar duraria 4h30 (incluindo o tempo de preparativos), seria feita em três horas e meia pelo novo meio de transporte.

Alguns meios de comunicação locais divulgaram que em 2021 o trem já estaria em operação. A CRCC, porém, não confirma isso, e especialistas asseguram que serão precisos pelo menos alguns anos para o veículo ser adequadamente testado como transporte de passageiros.

O Japão também trabalha no desenvolvimento de um trem maglev que alcançaria a mesma velocidade máxima do concorrente chinês. A ideia lá, porém, é pôr o veículo para transportar passageiros entre Tóquio e Nagoia não antes de 2027.

print

Comments

comments