Coxim, MS
13 de janeiro de 2018
Plantão
67 9 9659 6042
Tribus Conveniência Nova logo

Funcionária vaza fotos de cadáveres e deve ser afastada a pedido da Sesau

Funcionária de empresa terceirizada que trabalha na higienização do Serviço Municipal de Verificação de Óbito (SVO) foi denunciada na manhã deste sábado à Polícia Civil, por vazar fotos de cadáveres em grupo de WhatsApp. Por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), a prefeitura solicitou afastamento da mulher.

De acordo com a Polícia Civil, Sandra Araújo, técnica em necropsia do SVO, registrou o boletim de ocorrência depois de flagrar a funcionária manuseando o celular no local onde estavam o mortos que seriam submetidos a exames, na última segunda-feira  – o SVO recebe apenas casos de morte natural; vítimas de violência são encaminhadas ao Instituto de Medicina e Odontologia Legal (Imol). Na ocasião, os corpos foram fotografados e as imagens espalhadas na internet.

Esta não foi a primeira vez que a investigada cometeu tal delito. Em 2016 e em 2017 ela já havia sido advertida, mas como insistiu na reincidência, acabou denunciada. Provas como registros de conversas e prints do WhatsApp foram entregues na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) da Vila Piratininga.

Por meio da assessoria de comunicação, a Sesau lamentou o ocorrido e afirmou que, por se tratar de serviço terceirizado, a empresa Megaserv, responsável pela funcionária, foi comunicada do pedido de afastamento imediato. A secretaria vai contribuir com as investigações e aguarda o resultado do inquérito. As informações obtidas vão auxiliar na atualização de procedimentos de segurança no SVO.

Imprimir

Comentários