Coxim, MS
14 de Abril de 2018
Plantão
67 9 9659 6042
Tribus Conveniência Nova logo

Energisa é campeã de reclamações de consumidores, aponta Procon-MS

Em um período de três anos, a Energisa tem subido no ranking de reclamações e denúncias de consumidores, em Campo Grande. De acordo com demanda registrada no Procon até sexta-feira (13), foram formalizadas 925 solicitações contra a companhia.

O Procon já estaria investigando a distribuidora de energia após consumidores estranharem ‘saltos’ nas contas de luz. O superintendente do Procon, Marcelo Salomão, divulgou a reportagem números em que mostram a insatisfação dos moradores com a concessionária.

Em 2016, Energisa ocupava o terceiro lugar em atendimentos no Procon, com total de 2.709 registros. No ano seguinte, número saltou para 2.925, colocando a empresa em segundo lugar no ranking de reclamações e, até o mês de abril, lidera solicitações no órgão de defesa do consumidor.

Das 925 demandas no Procon, 291 é sobre reclamações de cobranças abusivas; 239 são sobre consulta de serviços e 178 sobre dúvidas de cobranças, valores, reajustes, contrato e orçamento, dentre outras. O fato é que a empresa é a mais demandada.

Em nota ao Midiamax, a assessoria de imprensa da Energisa afirmou que “a quantidade de reclamações por cobranças abusivas (291) representa apenas 0,08% do total de consumidores, em Campo Grande (366.767). Além disso, para elaborar o ranking, o órgão calcula todos os atendimentos, não exclusivamente o número das reclamações de consumo. Portanto, todos os procedimentos são devidamente tratados e respondidos com os esclarecimentos aos clientes”.

Por fim, a empresa esclarece que em Mato Grosso do Sul, mais de um milhão de clientes são atendidos pela concessionária e para informações ou registro de solicitações, o cliente deve entrar em contato com a concessionária pelo Canal de Atendimento 24 horas – 0800 722 7272, Ouvidoria – 0800 722 0446 ou comparecer à uma agência de atendimento.

Nas redes sociais

A matéria “Clientes estranham ‘saltos’ na conta de luz, e Procon-MS investiga abuso” foi publicada no Facebook do Midiamax e nos comentários, inúmeros internautas se identificaram com a mesma situação sobre abuso no consumo de energia. Algumas pessoas reclamaram do aumento abusivo, como conta que eram R$ 167 e pularam para R$ 279.

Outra leitora afirma que levou um susto na hora em que fatura mensal chegou na residência, além de leitor que afirmou ter acionado a justiça para apurar circunstâncias.

Consumidora

Uma consumidora conversou com a reportagem, e disse que o aumento repentino na conta aconteceu pela primeira vez agora em abril. “O que chamou a atenção foi o consumo, que saltou de 542 [kwh] para 707. E não teve nada de anormal aqui em casa, nenhum eletrodoméstico novo, nenhuma mudança de hábito”, disse. Valor da conta passou de R$ 497 para R$ 665, disse.

A moradora disse que não acionou a empresa ou o Procon pois ainda analisa os eletrodomésticos que têm em casa. “Peguei a conta na caixa de correio na terça, sofri o impacto e deixei para analisar depois. No outro dia que fui ver esse aumento de consumo, até então estava sem acreditar”, contou.

Antes de acionar a companhia, a consumidora decidiu analisar o equipamento de ar condicionado. “Estamos agendando revisão no ar condicionado. Aqui em casa só tem um, só usamos a noite, vai que ele está com problema?”, questionou.

Indignada com o aumento, a consumidora fez um post no Facebook e percebeu que ao menos 14 pessoas, de várias regiões da cidade disseram ter vivido situação parecida.

Imprimir

Comentários