Coxim, MS
12 de setembro de 2018
Plantão
67 9 9659 6042

Ponto de Vista

COMO CRIAR UM NOVO CURSO SE NÃO CONSEGUEM MANTER UM QUE JÁ EXISTE?

Participei recentemente de uma reunião no auditório da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), que contou a presença de autoridades políticas e representantes de instituições do município de Coxim, onde inclusive foi formada uma comissão para avaliar e apresentar quais eram as reais condições para a instalação do possível curso de Direito no campus.

Como criar um novo curso, se não tiveram a capacidade de manter o curso de Licenciatura em História da UFMS campus Coxim? Está é pergunta que não quer calar.

“Uma matéria publicada na manhã desta quarta-feira (26) no site Coxim Agora (link abaixo) informa que depois de uma avaliação técnica dos últimos 5 anos, a UFMS constatou redução do número de alunos matriculados, alta evasão e baixa diplomação em comparação com o alto investimento com a estrutura e com o corpo docente, decidiu na última quinta-feira (20) a suspensão dos cursos de História – Licenciatura do Campus de Coxim, Gestão Financeira – Tecnológico do Campus de Nova Andradina; Letras – Licenciatura – Habilitação em Português e Literatura do Campus de Aquidauana; Eletrotécnica Industrial – Tecnológico da Faculdade de Engenharias, Arquitetura e Urbanismo e Geografia; Construção de Edifícios – Tecnológico da Faculdade de Engenharias, Arquitetura e Urbanismo e Geografia; Saneamento Ambiental – Tecnológico da Faculdade de Engenharias, Arquitetura e Urbanismo e Geografia; Turismo – Bacharelado do Campus de Aquidauana.” (http://coximagora.com.br/2018/09/26/ufms-suspende-7-cursos-para-o-ano-letivo-de-2019-um-e-de-coxim/)

Após a divulgação na mídia estadual de que o curso de História em Coxim havia sido suspenso juntamente com outros seis cursos no estado e que estão pleiteando a instalação do curso de Direto no mesmo campus, penso, em que momento fomos avisados ou informados pela UFMS que iria acontecer alguma reunião se quer, para tratar da reivindicação ou apresentar contra-propostas para o não fechamento do curso de História no campus. Imagino que isso deve favorecer a maioria, menos os interessados, alunos concluintes do ensino médio. Inclusive, muito me estranha, não ver nenhum representante da sociedade, ou seja, a única classe que deveria ter sido consultada, primeiro sob o fechamento do curso. Vejo também que esse país está a cada dia imergindo, principalmente quando o assunto é educação.

Será que vai ser sempre assim? Irão enfiar as coisas goela abaixo sem nem perguntar o porquê?

É muita hipocrisia fechar um curso que foi fundado há anos, já que houve força política, para a implantação de um novo curso, porque não houve também para manter o curso de História e fortalecê-lo atraindo novos investimentos e consequentemente novos acadêmicos.

Não venho aqui ser contra a ideia de criação de um novo curso no município, venho aqui expor minhas ideias enquanto cidadão coxinense e cobrar direitos principalmente daqueles que estão lá há décadas e nada fazem a não ser maquiar o que estão fazendo.

Sou a favor sim da instalação do curso de Direito no campus de UFMS de Coxim, assim como sou a favor da instalação dos cursos de Medicina, Pedagogia e Jornalismo, mas claro, sem que seja fechado nenhum outro curso dessa instituição.

Termino este artigo como o comecei, com outra pergunta. E depois do curso de História, qual o próximo curso a ser fechado na UFMS em Coxim?

Maikon Leal – Licenciado em História e Pós-graduando em Educação e Tecnologia pela UFMS.

print

Comments

comments