Coxim, MS
10 de janeiro de 2018
Plantão
67 9 9659 6042
Tribus Conveniência Nova logo

Defesa Civil de Coxim e Imasul mantêm alerta, nível do rio Taquari é de 5,13 metros

Régua pluviométrica registrou 5,20 metros durante a madrugada desta quarta-feira (10). (Foto: Maikon Leal)

A Defesa Civil de Coxim e o Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) ainda estão mantendo para esta quarta-feira (10) o alerta que foi emitido ás 11h30min desta terça-feira (09), por conta da grande quantidade chuvas que vem ocorrendo nos municípios da região Norte do Estado.

De acordo com a régua pluviométrica localizada na praça do Flutuante, por volta de 07h15min de hoje, o nível do Taquari era de 5 m e 15 cm, mas é visível que durante a noite ele ultrapassou essa medida chegando a 5 m e 20 cm, no momento o nível do rio se encontra em 5 m e 13 cm.

Os acumulados de chuva nos últimos dias indicam que tendência é que o nível possa atingir níveis de emergência.

Nesta terça-feira, uma família moradora da rua Marechal Rondon, no centro de Coxim foi removida pela Defesa Civil, por conta da elevação do rio. Os desabrigados serão encaminhados para o Salão de Eventos da Igreja São José, localizada no centro da cidade.

O  prefeito de Coxim Aluizio São José que já decretou situação de emergência informou que equipes da assistência social, obras e saúde foram acionadas e monitoram os locais afetados. “Caso as águas do rio Taquari transborde e provoque sinistros, colocaremos em prática um plano emergencial juntamente com a Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e 47º BI (Batalhão de Infantaria)”, destacou.

Orientações

Defesa Civil informa que em casos de inundação, ou seja, a saída do rio de sua calha natural inundando as margens e região vizinha, a população deve seguir as orientações;

– Não ocupando áreas baixas, irregulares e às margens de rios;

– Caso perceba que o volume de água está subindo, ameaçando seus bens e documentos, ponha-os a salvo, elevando e protegendo-os, sempre que possível;

– Não deixe que equipamentos elétricos entrem em contato com a água;

– Proteja-se em locais elevados até a água baixar;

Caso tenha que deixar sua residência, por solicitação da Defesa Civil ou porque há indícios de colapso estrutural (ex.: rachaduras e trincas nas paredes), procure:

– Preparar uma mochila (sacola) e levar consigo, embalados em plástico de forma a não molhar, muda de roupas, documentos, remédios importantes e telefone celular (com carregador);

– Fechar todos os registros de água e de gás de cozinha;

– Desligar a energia elétrica da casa (na chave geral);

– Deixar seus animais de estimação presos no quintal (sem coleira) com água e comida;

– Trancar a casa toda.-

– Evite ultrapassar áreas inundadas, alagadas ou com rápida movimentação de água, sobretudo a pé, de bicicleta ou motocicleta. Tais áreas podem esconder buracos e obstáculos que podem ser perigosos;

– Mantenha-se afastado de postes e cabos elétricos;

Imprimir

Comentários