Coxim, MS
20 de agosto de 2019
Plantão
67 9 9659 6042

PMA apreende três caminhões com madeira e caminhonete com pescado irregular em Costa Rica

Foto: Divulgação / PMA

Durante fiscalização nesta segunda-feira (19), no entroncamento das rodovias MS-306 e MS-223, no Trevo da fazenda Monarca, em Costa Rica, policiais militares ambientais abordaram três caminhões transportando madeira serrada irregular.

A carreta de placas de Alto Araguaia (MT), era conduzido pelo motorista de 34 anos residente em Rancharia (SP) e estava carregada com 12.597 m3 de madeira serrada. O veículo saiu de Sinop (MT) com destino a São Paulo (SP), possuía Memorial Descritivo de Transporte, porém, não mencionava todo o trajeto a ser percorrido.

A segunda carreta era conduzida pelo motorista de 37 anos, residente em Guararapes (SP), que fazia o trajeto de União do Sul (MT) a Bertioga (SP), continha a carga de 35.311 m3 de madeira serrada, possuía o Memorial Descritivo de Transporte, mas também não mencionava todo o trajeto a ser percorrido.

Foto: PMA / Divulgação

Na mesma fiscalização, mais uma carreta carregada com 35.311 m3 de madeira serrada foi apreendida. O motorista de 61 anos residente em Sinop (MT) vinha de União do Sul (MT) com destino a Cambé (PR) e durante a fiscalização constatou-se que o Memorial Descritivo de Transporte estava incorreto, bem como a carga com excesso de 9.800 m3 de madeira.

Essa exigência no documento ambiental de transporte é obrigatória e sua falta constitui-se em crime e infração administrativa. A identificação do itinerário serve para evitar que se retirem madeiras ilegais de outros locais com o documento.

Ainda durante a fiscalização um pescador de 57 anos residente em Votuporanga (SP), também foi autuado em R$ 1.000,00 por transporte irregular de pescado. Entre as espécies encontradas em seu veículo Chevrolet S10, estavam Piavuçu, Piau-três-pintas e Piapara, que estando além da cota, totalizando 15 kg, alguns também fora da medida, sendo o infrator encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Costa Rica.

Na operação foram contabilizados R$ 25.965,40 em multas, apreendidos 83.219 m3 de madeira e 15 kg de pescado.

As carretas e com respectivas cargas de madeira foram apreendidos, bem como o pescador e o pescado foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Costa Rica. Os responsáveis pela empresa transportadora da madeira responderão por crime ambiental e poderão pegar pena de seis meses a um ano de detenção.

Foto: Divulgação / PMA

Foto: Divulgação / PMA
print

Comments

comments