Coxim, MS
13 de setembro de 2020
Plantão
67 9 9659 6042

Com aeronaves, militares e civis, força-tarefa é montada para combater incêndios em Alcinópolis

Aeronave atuando no combate aos incêndios em MS. (Foto: divulgação/Governo de MS)

O tempo seco e as altas temperaturas registradas no Mato Grosso do Sul aumentaram as preocupações em relação aos incêndios que atingem o pantanal. Uma força-tarefa foi montada para atuar neste fim de semana na região de Alcinópolis, o combate nas áreas atingidas na cidade de Água Clara também recebe reforços.

A força-tarefa foi montada neste sábado (12), para atuar no fogo que atinge o Parque Estadual das Nascentes do Rio Taquari e propriedades rurais dos municípios de Alcinópolis e Costa Rica.

Ela é integrada pela Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), o Imasul, Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil, ICMBio, as prefeituras municipais de Alcinópolis e Costa Rica e pelas indústrias do setor de bioenergia instaladas na região.

De acordo com o governo do estado, até a noite de sexta-feira (11), nas região de Alcinópolis, um total de 8.875 hectares já haviam sido queimados pelas chamas, sendo 4,5 mil hectares dentro do Parque das Nascentes do Rio Taquari e pouco mais de 4 mil hectares em propriedades rurais próximas.

Brigadistas do ICMBio vieram do Parque das Emas (Goiás) para auxiliar no combate em Alcinópolis. O Comando Militar do Oeste enviou 70 homens do exército de Coxim para o município e no local também já estão três aeronaves contratadas pelo setor energético e prefeituras.

Outras duas aeronaves que devem chegar ainda hoje (13) ao município de Alcinópolis, conforme confirmado pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, serão utilizadas no combate.

Segundo a Semagro, o secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas Alves, chega hoje (13) ao Mato Grosso do Sul para discutir a necessidade de decreto de emergência em vários municípios, com isso o estado poderá receber recursos do Ministério que serão utilizados na locação de aviões, equipamentos e combustíveis.

Grandes incêndios também atingiram uma propriedade no município de Água Clara, cerca de 3 mil hectares de eucalipto foram atingidos, além disso, as chamas atingiram as áreas de APP (Área de Preservação Ambiental) e Reserva Legal. Três aeronaves e 300 pessoas contratadas pelas indústrias de celulose, reforçam o combate.

print

Comments

comments