Coxim, MS
15 de maio de 2020
Plantão
67 9 9659 6042

Comandante do 5º BPM de Coxim é alvo de operação do Gaeco contra o contrabando de cigarros

Major Luiz César de Souza Herculano. (Foto: Divulgação/Arquivo)

Sete oficiais da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul foram alvos da Operação Avalanche, 3ª fase da Operação Oiketikus, desencadeada nesta sexta-feira (15) pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado) entre eles, o comandante do 5º BPM (Batalhão de Polícia Militar) de Coxim major Luiz César de Souza Herculano.

Informações obtidas pela nossa reportagem são de que os militares estariam supostamente ligados com a máfia que comanda o contrabando de cigarros oriundos do paraguai, a “Máfia dos Cigarreiros”.

Além do comandante da PM de Coxim, foram expedidos mandados de prisões preventivas contra o comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar em Dourados, tenente-coronel Carlos Silva, coronel Kleber Haddad Lane, tenente-coronel Josafá Pereira Dominoni, tenente-coronel Erivaldo José Duarte Alves, tenente-coronel Souza Lima, tenente-coronel Wesley Freitas Araújo e o major Luiz César de Souza Herculano.

Conforme o Coxim Agora, César segue com uma equipe do Gaeco que realizou buscas em sua residência e também em sua sala na sede do 5º BPM de Coxim. Até o momento a assessoria de imprensa do 5º BPM não quis comentar o assunto e deve se pronunciar através de uma nota.

(*) Atualizada ás 11h25min.

print

Comments

comments