Coxim, MS
24 de março de 2020
Plantão
67 9 9659 6042

Fazer estoque de comida pode prejudicar reabastecimento nos mercados, diz Procon

Estabelecimento permite entrada de 10 clientes por vez, para evitar aglomeração. (Foto: Marcos Ermínio | Midiamax

O desespero de muitos moradores no começo da quarentena contra o Covid-19, o novo coronavírus, fez muitas pessoas correrem para o supermercado para garantir alimentos e mantimentos. Alguns ainda insistem em estocar os produtos em casa, mas a atitude não é boa, segundo o Procon-MS.

Em coletiva de imprensa na tarde desta segunda-feira  (23), o superintendente do Procon, Marcelo Salomão, disse que se as pessoas continuarem a estocar os produtos, pode ocorrer problemas no reabastecimento nos supermercados.

“Além de prejudicar o semelhante, que ainda não pode ir no mercado, estocar os alimentos pode fazer com que cause problema no reabastecimento desses produtos. Por tanto, não é recomendado”, disse.

Nesta segunda o movimento nos supermercados era baixo em relação à semana passada. O Jornal Midiamax esteve em dois supermercados da Capital nesta manhã, que tiveram movimento tranquilo e não registraram filas, mesmo com a restrição na entrada.

Os estabelecimentos impõem um limite de clientes dentro das lojas, para evitar aglomerações. A orientação é que os consumidores mantenham a distância de, no mínimo, um metro.

print

Comments

comments