Coxim, MS
14 de fevereiro de 2020
Plantão
67 9 9659 6042

Simone critica governador e presidente: “falta bom senso aos dois lados”

Senadora disse que falta bom senso na tributação dos combustíveis – Foto: Izabela Jornada

Na polêmica sobre a tributação dos combustíveis, a senadora Simone Tebet (MDB) não poupou o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), nem o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), de suas críticas. “Está faltando bom senso de ambos os lados”, disparou.

“Chega de populismo. Nem de um lado, nem de outro. Nem de esquerda, nem de direita”, afirmou Tebet. Segundo a senadora, o presidente não deveria ter lançado o desafio de zerar impostos aos governadores. Na semana passada, Bolsonaro disse: “Se eles zerarem o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), eu zero o imposto federal”.

“Ele não deveria ter dito o que disse, ter exposto os governadores desta forma”, ponderou. “É muito fácil fazer cortesia com chapéu alheio”, acrescentou.

Simone Tebet lembrou que Bolsonaro sabia que os governadores não podem acabar com os impostos. “Mas convenhamos? Não é o momento de aumentar alíquota de ICMS”, lembrou a senadora, ao criticar as mudanças nos impostos feitas por Azambuja.

Na quarta-feira (12), entrou em vigor lei estadual que reduz a alíquota do ICMS sobre o etanol de 25% para 20%, e eleva a alíquota do mesmo imposto sobre a gasolina de 25% para 30%.  “Não podemos diminuir? Mas também nmão vamos aumentar”, disse.

print

Comments

comments