Coxim, MS
5 de outubro de 2019
Plantão
67 9 9659 6042

Eleição do Conselho Tutelar de Coxim acontece neste domingo

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e a Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social (SEMCAS) realizam neste domingo (6 de outubro) a eleição do Conselho Tutelar de Coxim para o quadriênio 2020/2024.

São dez candidatas aptas ao cargo. Cinco serão eleitas conselheiras titulares, já as cinco menos votadas serão eleitas conselheiras suplentes. Podem votar todos os eleitores do município de Coxim, munidos de título de eleitor e documento com foto, devidamente cadastrados junto a Justiça Eleitoral. A eleição será na Escola Estadual Viriato Bandeira, à Rua Delmira Bandeira, n° 678, das 8h às 17h.

O secretário municipal de Cidadania e Assistência Social, Adenilson Vilalba, convoca a população a participar do processo democrático: ” O conselho tutelar é um órgão permanente e autônomo, eleito pela sociedade para zelar pelos direitos das Crianças e dos Adolescentes. Os conselheiros acompanham os crianças e adolescentes em situação de risco e decidem em conjunto sobre qual medida de proteção para cada caso. Os salários são pagos com recursos públicos, daí também a importância da participação popular no processo democrático”.

Os membros eleitos do Conselho Tutelar exercerão suas atividades em regime de dedicação exclusiva, inclusive em regime de plantão/sobreaviso, assim como da realização de outras diligências e tarefas inerentes ao órgão.

O exercício efetivo da função de conselheiro constitui serviço público relevante e quem o pratica deve ser pessoa idônea, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Seu trabalho é basicamente norteado sob denúncias, por isso, sempre que se perceba abuso ou situações de risco contra menores, como por exemplo, em casos de violência física ou emocional, o Conselho Tutelar deve ser acionado.

O conselheiro tutelar seja capaz de manter diálogo com pais ou responsáveis legais, comunidade, poder judiciário e executivo e com as crianças e adolescentes. Para isso é de extrema importância que os eleitos para o a função de conselheiro tutelar sejam pessoas comunicativas, competentes e com capacidade para mediar conflitos.

As dez candidatas aos cinco cargos são:

Juliana Siravegna Silva n° 01

Dayana Eugênia do Nascimento n° 02

Adriana Aparecida Mariano Nabhan n° 03

Patricia de Kássia Vasconcelos n° 04

Karen Viviane Vidovix n° 05

Rita Maria de Arruda n° 06

Marilyn Louise Coelho Santos Silva n° 07

Rosangela da Silva Zanchett n° 08

Edivania Santos Fialho Peres n° 09

Josiane Scheibler de Freitas n° 10

print

Comments

comments