Coxim, MS
19 de agosto de 2019
Plantão
67 9 9659 6042

Chuva chega ao interior de MS, mas com “gota para cada” município

Foto: Maikon Leal

Coxim e Pedro Gomes, no interior do Estado, registraram queda de chuva nesta segunda-feira (19), mas o volume foi tão insignificante que, segundo o meteorologista Natalio Abrão, foi “uma gota [d’água] para cada um”.

De acordo com o profissional, o baixo volume sequer sensibilizou o pluviômetro, aparelho de meteorologia usado para recolher e medir, em milímetros lineares, a quantidade de líquidos ou sólidos.

O meteorologista prevê chuva apenas para domingo (25) começando pela região sul do Estado. Em Campo Grande a chance de chover é 30%. Já são 32 dias sem chuva. A massa de ar quente e seca tem prejudicado a visibilidade.

Segundo Natalio, a massa de ar é submetida à alta pressão e “qualquer movimento levanta poeira, flutuando. Quanto mais carro, mais vento, vai levantando [poeira] e fica no ar cada vez mais porte. São as partículas em suspensão. Quando está em suspensão, o raio atinge e reflete”, explica.

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) emitiu alerta de declínio de temperatura até o fim da noite desta segunda-feira para os municípios de Antônio João, Aquidauana, Aral Moreira, Bela Vista, Bodoquena, Bonito, Caarapó, Coronel Sapucaia, Corumbá, Eldorado, Guia Lopes da Laguna, Iguatemi, Itaquiraí, Japorã, Jardim, Juti, Ladário, Laguna Carapã, Miranda, Mundo Novo, Naviraí, Paranhos, Ponta Porã, Porto Murtinho, Sete Quedas, Tacuru e Amambai.

Conforme o instituto, a frente fria oscila pelo Estado. Pode chover de forma isolada e as temperaturas diminuem no norte e leste. A umidade relativa do ar se aproxima dos 30%.

print

Comments

comments