Coxim, MS
18 de agosto de 2019
Plantão
67 9 9659 6042

Sobre gastos com brindes, Exército de MS diz que não foi avisado de cortes

Corrida Duque de Caxias abriu neste domingo as comemorações pelo Dia do Soldado. (Foto: Tainá Jara)

A penúria financeira e a redução do expediente no Exército, anunciadas na sexta-feira (dia 16) pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), ainda não foram oficialmente comunicadas ao CMO (Comando Militar do Oeste). De acordo com a assessoria de imprensa do comando, o corte no expediente não foi informado por Brasília.

Num clima festivo –  oposto ao tom alarmista do presidente, que citou falta de comida para o recruta “filho de pobre”-, o CMO realizou hoje a corrida Duque de Caxias, que abriu a programação pelo Dia do Soldado, comemorado em 25 de agosto, e fez licitação para compra de brindes de R$ 1,2 milhão.

Na sexta-feira, o Campo Grande News divulgou que o 20º Regimento de Cavalaria Blindado recebeu propostas em licitação para compra de 39 mil itens que vão servir de brindes em atividades de unidades militares em Campo Grande e mais 4 cidades, inclusive Brasília.

O edital cita de canetas de R$ 2,72 a facas de aço com valor unitário de R$ 399. A compra ainda inclui miniaturas do Jacaré Guerreiro, estátua de mais de 3 metros localizada em quartel, na Avenida Duque de Caxias. O valor unitário da miniatura, de 30 centímetros, é de R$ 218. Ao todos, serão 920, ao custo de R$ 200 mil.

Na ocasião, o CMO informou que o pregão eletrônico se destina à compra para suprimento de “atividades que demandam material de apoio e de divulgação, destinado a seminários, simpósios, reuniões de trabalho e atividades congêneres”.

print

Comments

comments