Coxim, MS
18 de março de 2019
Plantão
67 9 9659 6042

Pesquisa mostra a percepção das mulheres sobre a própria gravidez

Em um dos momentos mais marcantes da vida da mulher, a percepção sobre a própria gestação varia. Sempre surgem notícias de mulheres que descobriram a gravidez quase perto da criança nascer, como foi o caso de Pietra Cariello, que em 2016, deu à luz depois de descobrir ‘uma semana antes’ que estava grávida.

Pode ocorrer de a mulher sequer apresentar sintomas significativos e jamais achar que está grávida, assim como há casos de mulheres que não têm menstruação regular ou que apresentam algum problema como é o caso da Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) que altera o ciclo menstrual.

Enquete mostra como as mulheres lidam com as percepções sobre a própria gravidez

O portal Trocando Fraldas, voltado principalmente a mulheres que estão na tentativa de uma gravidez realizou enquete e contou com a participação de 60 mil mulheres de todo o Brasil. A ideia era compreender como as mulheres ficaram sabendo que estavam grávidas, como sentiam a gravidez e como viam as mudanças acontecerem semana a semana.

O resultado mostrou que em média as mulheres ficam sabendo da gravidez quando estão com sete semanas e um dia de gestação. A maioria relatou sentir o bebê mexer na barriga com dezesseis semanas e grande parte fica sabendo o sexo da criança com dezessete semanas de gravidez.

No geral, as mulheres informaram que a barriga começa a aparecer por volta das doze semanas de gestação.

É realmente possível uma mulher não perceber que está grávida?

Sempre que surge um caso de mulher que descobriu a gravidez poucos dias ou no dia de dar à luz, surgem muitos questionamentos de como seria possível isso ocorrer ou de como a mulher não percebeu nenhuma alteração em seu corpo físico.

Esses casos são conhecidos como ‘gravidez silenciosa’. Segundo pesquisa sérvia publicada pela revista Medicinski Pregled, esse fenômeno é raro e pode acometer 1 em cada 475 mulheres nas primeiras vinte semanas de gravidez; 1 em cada 2.455 mulheres na segunda metade da gestação e 1 em cada 7.225 mulheres que descobre a gravidez apenas no momento do parto.

O que geralmente é apontado como a causa desse fenômeno (sem resultados conclusivos) são problemas relacionados a alterações hormonais e à anteriormente mencionada Síndrome dos Ovários Policísticos que pode até mesmo levar à suspensão da menstruação por meses (que é o principal sinal de gravidez). Acredita-se também que o alto grau de estresse pode levar as mulheres a não perceberem as mudanças no próprio corpo.

print

Comments

comments