Coxim, MS
1 de março de 2019
Plantão
67 9 9659 6042

Time de MS cai no “grupo da morte” do Brasileiro

Elenco que venceu o Estadual em novembro do ano passado foi desmanchado. (Foto: Reprodução / Facebook / Moreninhas)

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou os grupos da Série A2 do Campeonato Brasileiro de futebol feminino. Representante de Mato Grosso do Sul, a Associação Atlética Moreninhas encara Atlético-MG, Palmeiras, Grêmio, Portuguesa e Toledo-PR na fase de grupos.

Divisão de acesso para a primeira divisão nacional, a competição chega a seu terceiro ano, desta vez com novo formato. São 36 clubes divididos em seis grupos de seis equipes cada, que jogam em turno único dentro da chave. Avançam para as quartas de final os dois primeiros colocados de cada grupo e os quatro melhores terceiros colocados.

Os participantes se classificaram via Campeonato Estadual – caso da Moreninhas, campeã em 2018 – ou via ranking nacional de clubes masculino. Pinheirense-PA e Portuguesa, rebaixados no ano passado, também disputam a Série A2.

A partir deste ano, todos os 20 times da Série A do Brasileiro masculino devem se enquadrar no Licenciamento de Clubes da CBF e são obrigados a manter uma equipe feminina, adulta e de base.

Tesoureiro do clube e um dos responsáveis pelo time feminino, Aristides Cordeiro crê que a Moreninhas caiu no grupo da morte. “Não é um grupo complicado. É complicadíssimo. É só comparar com os outros grupos”.

A agremiação de Campo Grande fará três jogos fora de casa, contra Palmeiras, Grêmio e Portuguesa. Já os duelos com Atlético-MG e Toledo-PR devem ser realizados no Estádio das Moreninhas, no Parque Jacques da Luz.

O time da Capital treina há dez dias, mas apenas duas vezes por semana e com um grupo de nove jogadoras. As atividades são comandadas por um preparador físico, já que o treinador ainda não definido. Segundo Cordeiro, o nome deve ser escolhido até o início da próxima semana.

O colaborador frisa que o elenco sofreu um desmanche após o título estadual conquistado em novembro de 2018. Segundo ele, a Moreninhas está “de portas abertas para todas as jogadoras do Estado” e a intenção do clube é formar uma “seleção de Mato Grosso do Sul” para disputar o torneio.

A Série A2 do Brasileirão feminino deve começar no dia 27 de março e terminar no dia 18 de agosto. A tabela detalhada ainda não foi divulgada pela CBF.

O Comercial representou o Estado na edição passada do certame, mas parou na fase preliminar, eliminado pelo Sampaio Correa-MA.

ELITE

Os detalhes da disputa da primeira divisão do Brasileirão feminino foram divulgados pela CBF. A competição estreia no dia 16 de março e contará com 16 clubes.

Vitória e o Minas Icesp-DF conquistaram a Série A2 no ano passado e jogam na divisão de elite este ano. Terceiro colocado, o Internacional também ganhou o direito de disputar a Série A1 por causa da desistência do Rio Preto, atual vice-campeão brasileiro.

O formato da competição neste ano trouxe novidades. Os clubes, que antes eram divididos em dois grupos na primeira fase, agora vão formar um grupo único de 16 times. Eles vão se enfrentar em turno único e os oito melhores se classificam para a fase seguinte.

A partir da segunda fase – as quartas de final –, os confrontos serão disputados emjogos de ida e volta até a decisão. A mudança aumentou de 126 para 134 o número de partidas em 2019.

* Com informações CBF

print

Comments

comments