Coxim, MS
9 de novembro de 2018
Plantão
67 9 9659 6042

Neurologista alerta sobre os cuidados com a AVC

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é a doença que mais mata no Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde. O AVC acontece quando o sangue que vai para o cérebro é interrompido ou reduzido e falta oxigênio nas células. Ou, quando um vaso sanguíneo se rompe. A doença pode ocorrer devido à aneurismas, hipertensão arterial, cardiopatia ou bloqueio da artéria pulmonar.

O neurologista Renato Lima Ferraz explica que a doença atinge normalmente pessoas acima dos 40 anos, mas pode afetar também crianças e jovens. “Tem população que tem um pouco mais de AVC ligado a genética, mas a grande observação são os hábitos de vida que estão contundentes na incidência da doença”.

Hábitos como a alimentação com alta carga de gorduras e carboidratos, sedentarismo, fumo e uso de determinados medicamentos ou substâncias psicoativas são apontadas pelo neurologista como vilões do Acidente Vascular Cerebral. De acordo com o neurologista, os sintomas do acidente são paralisia no braço ou perna de um lado do corpo, desequilíbrios, dores de cabeça, desvio da rima do lábio e dificuldade de fala.

Renato Ferraz enfatiza que a assistência médica deve ser feita rapidamente. Portanto, a recomendação é que o indivíduo que sofre um Acidente Vascular Cerebral seja encaminhado imediatamente para uma unidade de saúde e receba atendimento emergencial.

A Cassems possui aparelhos que realizam o resgate do vaso ocluído em um AVC e treinamento mensal de procedimentos para aprimorar a identificação da patologia por parte dos profissionais da instituição. O neurologista afirma que a ideia não é ter o controle da doença, mas promover a saúde. “Para isso, o beneficiário deve estar ao lado do profissional, realizando todas as orientações”.

print

Comments

comments