Coxim, MS
3 de outubro de 2018
Plantão
67 9 9659 6042

Casos da doença mão-pé-boca colocam Ceinf de Campo Grande em alerta

Foto: Divulgação / SPP

Alguns pais de alunos do Centro de Educação Infantil Eloy Souza da Costa, no bairro Tijuca, foram pegos de surpresa na manhã desta segunda-feira (1), ao serem informados que os filhos apresentavam uma doença contagiosa. Os responsáveis foram orientados a levar as crianças para atendimento médico após apresentarem lesões causadas pela doença “mão- pé-boca”.

Uma servidora da limpeza que não quis se identificar contou que chegou para trabalhar e foi instruída a desinfetar toda a unidade com água sanitária. Além disso, a funcionária também teria sido alertada a não comentar a situação com outras pessoas para não causar desespero na população.

Conforme relatos, algumas crianças começaram a apresentar manchas e bolhas vermelhas nas mãos e nos pés, além de aftas na boca e febre. A doença altamente contagiosa também foi diagnosticada, na última quinta-feira (27), em alunos de Três Lagoas e acendeu o alerta dos funcionários do Ceinf.

“Alguns alunos foram mandados de volta para casa para não contaminar outras crianças. Como teve um surto em Três Lagoas, mandaram a gente limpar tudo com água sanitária e esterilizar todos os brinquedos e salas.”

Por meio de assessoria de imprensa, a Semed (Secretaria Municipal de Educação) explicou que a direção do Ceinf foi informada por alguns pais, logo na entrada dos alunos pela manhã, que algumas crianças haviam apresentado, ainda no final de semana, sintomas semelhantes aos da doença.

Ao perceber o sintoma em alguns alunos, a direção buscou orientação na Unidade Básica de Saúde da Família. A diretora da Unidade Infantil ressaltou que foi orientada pela enfermeira responsável a entrar em contato com os pais das crianças que apresentaram os sintomas para que eles fossem até o Ceinf buscar os filhos e levá-los para atendimento médico.

A direção do Centro Educacional destacou que não dispensou nenhum aluno, apenas os que apresentaram os sintomas. As aulas seguiram normalmente para as demais crianças. A Secretaria Municipal de Educação não contou quantas crianças foram diagnosticadas.

Três Lagoas

Na última quinta-feira (27), quatro turmas do berçário e maternal da Escola Clarinda Dias tiveram as aulas suspensas após o registro de oito casos da doença. Com o intuito de evitar novas contaminações, a diretoria da escola ordenou esterilização e limpeza total do colégio.

Doença

De acordo com o portal Tua Saúde, a doença mão-pé-boca é uma doença altamente contagiosa que ocorre mais frequentemente em crianças com menos de 5 anos e é causada por um vírus transmitido através de alimentos ou objetos contaminados.

Os sintomas da síndrome mão-pé-boca, geralmente, aparecem depois de 3 a 7 dias após a infecção pelo vírus e incluem:

• Febre acima dos 38ºC;
• Dor de garganta;
• Dificuldade para engolir;
• Muita salivação;
• Vômito;
• Mal-estar;
• Diarréia;
• Falta de apetite;
• Dor de cabeça;
• Aparecimento de manchas ou bolhas vermelhas nas mãos e nos pés e de aftas na boca 2 a 3 dias após o surgimento da febre.

print

Comments

comments